segunda-feira, 24 de fevereiro de 2014

O Valor do Sorriso

O sorriso é próprio do homem. Só o homem ri porque o riso precisa de eco, isto é, para rirmos precisamos atribuir valores e significados às coisas e os fatos. O riso não só comunica o que é cômico, mas também, traduz bom humor, alegria, nervosismo, ironia e delicadeza. Sorrir é um meio simples de causar boa impressão. O sorriso não engana; nós conhecemos quando ele é mecânico e sentimo-lo. Um sorriso que traz calor ao coração. Existe mais informação num sorriso do que numa expressão carrancuda, por isso, incentivar é melhor do que punir. Enriquece os recebedores, sem empobrecer os doadores. Dura apenas um segundo, mas, muitas vezes, a memória guarda para sempre. Ninguém é tão rico que possa ir adiante sem ele, e ninguém é tão pobre que não fique mais rico sem seus benefícios. Traz a felicidade ao lar alimenta a boa vontade nos negócios e é a senha dos amigos. É repouso para o fatigado, incentivo para o desanimado, alegria para o triste, e o melhor antídoto da natureza para mau humor. Não pode ser comprado, mendigado, emprestado ou roubado, pois não é artigo de valor para ninguém senão quando dado naturalmente.


Nenhum comentário:

Postar um comentário