segunda-feira, 20 de setembro de 2010

“Liderança Exemplar”.

Qual o Ultimo Livro que Você Leu? Qual o maior Sonho de sua vida?
Com estas perguntas o Pr Cícero Bezerra Inicio sua Palestra Sobre Liderança no Sabado dia 18/09, No Templo da IEAB. Um desafio para a Liderança da Igreja Brasileira do Seculo 21.
Pr Cícero Bezerra, Escritor, Conferencista, Mestre em Teologia Pastoral, esteve Sábado dia 18 de Setembro, na IEAB – Campo Mourão no Seminário para Liderança.
Participaram do encontro Líderes Avivalistas das Cidades de Apucarana, Campo Mourão, Cianorte, Goioere, Loanda, Nova Aurora, Santa Isabel do Ivaí e Ubiratã. Todos os participantes disseram que ficaram empolgados com o conteúdo apresentado no Seminário. Na minha avaliação foi muito edificante, pois na Igreja pós moderna o Líder precisa de formação, pois, as Heresias tem se tornado cada vez mais sofisticadas e o evangelho tem sido barateado por conta de uma liderança mercadora.

domingo, 19 de setembro de 2010

A voz do Brasil


Quando criança minha família e eu morávamos na zona rural, no município de Santa Mariana, Pr, a luz usada a lamparina, a combustão era a querosene (que tempo aqueles!) ao anoitecer logo estávamos dentro de casa.
Aparelho de televisão, internet! O que é isto? Era para quem tinha luxo. Muitas coisas marcaram aquele tempo em minha memória, as brincadeiras, as brigas com minhas irmãs, os corretivos recebido dos pais, o futebol com a molecada, puxa vida quantas coisas. Mas, tenho uma lembrança viva em minha memória. Era uma voz, e que voz! Todas as noites, de segunda a sexta-feira podia se ouvir está voz. Não só em minha casa, pois, era a voz mais famosa que marcou aquela época. Qualquer programação radiofônica era suspensa quando chegava àquela voz: “Em Brasília dezenove horas”! Era a voz do Brasil (com trilha sonora do Guarani de Carlos Gomes) tínhamos as noticias do nosso país. Viajando um dia destes de madrugada ouvindo radio, no carro, ouvi voz do Brasil, lembrei-me de minha infância (quantas saudades daqueles tempos). Era Madrugada e comecei a pensar nas vozes que ecoam em nossa nação. Vozes que de norte a sul gritam. Clamam, buscam socorro, e, muitas destas vozes são caladas, abafadas, ignoradas, subjugadas. Os sem teto, os sem terra, os com terra, os com teto, os desempregados, os empregados, os políticos, os apolíticos, os crentes, os incrédulos, as vozes destes e de tantos outros ecoam na zona rural, e nas cidades, nos vilarejos, nas metrópoles, nas Megalópoles. Cada voz buscando seu espaço, seu direito, sua forma. A voz do Brasil está na onda do rádio, nos sinais de TV, na grande Rede, nos celulares, a voz do Brasil viaja de avião, de trem, de carro, de metrô, de navio, a voz do Brasil está aí, aqui, acolá. Hoje não sou mais criança, hoje não temos apenas aquele noticiário, para receber informações, mas, a voz do Brasil continua gritando cada vez mais alto. E parece ninguém se importar, cada um escuta o que quer, e interpreta segundo suas preferências. Um dia perguntaram ao Profeta João Batista: quem é você? Ele respondeu: “Eu sou a voz que clama no deserto”! Evangelho de João 1:23. Queriam que ele fosse quem ele não era, mas, João Batista tinha consciência de sua identidade. João testificou dele, e clamou, dizendo: Este era aquele de quem eu dizia: O que vem após mim é antes de mim, porque foi primeiro do que eu. Evangelho de João 1:30. Ah! Se todas as vozes do Brasil fossem assim conscientes, desprendidas, abnegadas, que não olhasse apenas para sua vaidade e interesse pessoal. “Que nossos ouvidos nestes dias estejam atentos a voz do Criador: Veja que mensagem:” A voz do SENHOR é ouvida sobre as águas; o glorioso Deus troveja, e sobre os mares se ouve a sua voz. A voz do SENHOR é cheia de poder e majestade; a sua voz quebra as árvores de cedro, quebra até os cedros dos montes Líbano.  Os montes Líbano ele faz saltar como bezerros; o monte Hermom ele faz pular como um boi novo.  A voz do SENHOR faz brilhar o relâmpago.  A sua voz faz tremer o deserto; o SENHOR faz tremer o deserto de Cades.  A voz do SENHOR sacode os carvalhos e arranca as folhas das árvores. Enquanto isso, no seu Templo, todos gritam: “Glória a Deus!” O “SENHOR Deus reina sobre as águas profundas; como Rei ele governa para sempre”. Salmo 29:3-10. Quando a voz do Brasil se render, à voz do Senhor seremos uma nação feliz, Pois, a Bíblia diz: Feliz a nação que tem tudo isso! Feliz o povo cujo Deus é o SENHOR! Salmo 144:15.
Quem tem ouvidos ouça...

segunda-feira, 13 de setembro de 2010

Falando de coisas sérias.

Futebol, política, religião, saúde, segurança, sexo, família. Destes assuntos, quais são sérios para você? Quais deles você leva a sério.

Futebol é coisa séria, eu acho. Movimenta paixões e bilhões de euros, dólares reais, e todas as moedas correntes nos países. Mas o futebol não é tratado com seriedade. É só ver os estádios, e a qualidade dos campos de futebol e as quedas de produção dos clubes e o êxodo de nossos atletas e cada vez mais precoce. Política é uma coisa tão séria que envolve a gestão da vida humana em uma sociedade organizada. Infelizmente também não temos visto uma postura séria por boa parte de quem faz política e nem da sociedade que deveria levar a sério a política por que é na política que está o futuro com equilíbrio. Uma pena ver como nosso povo é despolitizado. Saúde é outro assunto que todos concordamos que é serio e sério demais. Mas, você leva sua saúde a sério? Seja sincero. As noitadas, o cigarro, o álcool, a gordura, o sedentarismo, as massas em excesso, as drogas. Tudo isto tem deixado a vida em uma situação de fragilidade. Na verdade não temos, em geral, sidos sérios em relação a nossa saúde. Olhemos os hospitais, os prontos socorros.Segurança, esta palavra atualmente tem ocupado a pauta da ordem do dia, e isto, quase todos os dias, não só nos grandes centros, mas, também, nas pequenas comunidades. Nos embates eleitorais ouvimos que o candidato tal irá investir em segurança. Isto é sério, mas, não temos visto isto acontecer na pratica. Não estou transferindo a culpa para os governantes, pois, a parcela de culpa deles é pequena. A questão é mais séria ainda.

Sexo, mais um assunto sério. O Sexo é poderoso, ele produz vida, é por meio dele que o Criador promoveu a continuidade da espécie humana. Mas temos tratado o sexo de forma séria? Não. O Sexo está banalizado, e com a banalização temos crianças e mais crianças abandonadas. Adolescentes ainda em formação sendo mãe. E as doenças sexualmente transmissíveis, (DST) entre elas a AIDS, que ainda hoje tem trazido lágrimas para tanta gente.

Família outro assunto sério. Como está sua família? Fazem as refeições juntos, dão gargalhadas juntos, e as palhaçadas inerentes das famílias felizes! Parece diminuir dia a dia. Não, não temos levado a família a sério. Nossos legisladores têm proporcionado leis nocivas à manutenção da família. Algumas leis chegam a aberrações. Vamos falar agora de Religião também assunto sério. Sempre ouvi dizer que política, futebol e religião não se discutem. Mas, será que não deveríamos discutir mesmo! Brigar por religião não, mas discutir sim. Mas, o que temos visto é uma falta de respeito em nome de Deus. Exageros em todas as religiões, até mesmo entre os cristãos. Jesus propôs-lhe uma parábola, dizendo: A herdade de um homem rico tinha produzido com abundância; E ele arrazoava consigo mesmo, dizendo: Que farei? Não tenho onde recolher os meus frutos. E disse: Farei isto: Derrubarei os meus celeiros, e edificarei outros maiores, e ali recolherei todas as minhas novidades e os meus bens; E direi a minha alma: Alma, tens em depósito muitos bens para muitos anos; descansa, come, bebe e folga. Mas Deus lhe disse: Louco! Esta noite te pedirão a tua alma; e o que tens preparado para quem será?Assim é aquele que para si ajunta tesouros, e não é rico para com Deus. E disse aos seus discípulos: Portanto vos digo: Não estejais apreensivos pela vossa vida, sobre o que comereis, nem pelo corpo, sobre o que vestireis. Mais é a vida do que o sustento, e o corpo mais do que as vestes”. Evangelho de São Lucaar 12:16-23. Falando de coisas sérias, com isto não se brinca.

Ética não é só para Políticos


A Ética sempre é um tema recorrente nos debates políticos, mas, quero refletir sobre isto. Seria a ética apenas peça de discurso político? Bom, o que poderíamos dizer? Primeiro o verdadeiro conceito ética é: O pressuposto básico da Ética de Sócrates – que basta saber o que é bondade para que se seja bom - pode parecer ingênuo no mundo de hoje, no qual já está profundamente gravado na nossa mente que só algum grau de coerção é capaz de evitar que o homem seja mau. Na sua época era uma noção perfeitamente coerente com o pensamento – ainda que não com a prática – da sociedade grega. A resposta de Platão à necessidade de se resgatar o velho sentido da Ética, da Justiça e da Moral, perdidos durante o período de crescimento e enriquecimento de Atenas, contaminados pela hipocrisia, é a "volta a uma sociedade mais simples". Mas não uma volta ao passado real, antes a um passado imaginário situado em algum lugar no futuro no qual os velhos valores – renovados a partir das indagações e críticas de Sócrates – possam orientar uma sociedade estável que tende à perfeição. Assim se para Platão a Lei deve moldar o real, para Aristóteles o real deve moldar a Lei, única forma de seu cumprimento ser possível a todos. A exposição destes conceitos na Ética de Aristóteles parece estar diretamente dirigida contra a Utopia platônica que, na visão de Aristóteles, está condenada ao fracasso porque não respeita os impulsos do homem, seus apetites e paixões. Vamos lá! Onde se aprende ética? Onde ela está? Você tem ética? Seus vizinhos têm? Encontramos ética na farmácia, no hospital, no açougue, no supermercado? Nas repartições publicas? Na igreja? Sabe o que nós esperamos? Que a ética esteja apenas no congresso nacional. Só os deputados e os senadores, e os políticos em geral devem ser éticos. A consciência coletiva acha que os executivos, empresários, educadores, religiosos, estes não precisam ser éticos; mas não mesmo? Nossas crianças aprendem com quem? Não é com você, não é com seu vizinho? O que será que Jesus se diria para nós sobre nosso comportamento a respeito da Ética: Ele se levantou como modelo de Ética: lemos o que são Paulo disse na carta dele a Igreja que estava em Filipos: Portanto, se há alguma exortação em Cristo, se alguma consolação de amor, se alguma comunhão do Espírito, se alguns entranháveis afetos e compaixões completem o meu gozo, para que tenhais o mesmo modo de pensar, tendo o mesmo amor, o mesmo ânimo, pensando a mesma coisa; nada façais por contenda ou por vanglória, mas com humildade cada um considere os outros superiores a si mesmo;não olhe cada um somente para o que é seu, mas cada qual também para o que é dos outros.Tende em vós aquele sentimento que houve também em Cristo Jesus, o qual, subsistindo em forma de Deus, não considerou o ser igual a Deus coisa a que se devia aferrar, mas esvaziou-se a si mesmo, tomando a forma de servo, tornando-se semelhante aos homens; e, achado na forma de homem, humilhou-se a si mesmo, tornando-se obediente até a morte, e morte de cruz”, Filipenses 21:1-8.