sexta-feira, 8 de abril de 2011

HÁ MOMENTO QUE DEUS SE CALA...


Existem momentos que a gente não gostaria de viver. O convívio com a decepção com as frustrações e as perdas é terrível. Quando se perde alguém, ou quando uma tragédia nefasta aflige. Meu Deus como dói! É uma dor insuportável. Nessa hora perguntamos onde está Deus, por que Ele permite estas coisas? Parece que Deus está impassível diante disto. Não tenho a intenção de defender Deus neste texto, não tenho a pretensão de me portar como um apologético, e nem precisa, Deus é Deus independente de mim defende-lo ou criticá-lo. Mas nestas horas me lembro de uma palavra de Jesus: “Não se turbe o vosso coração; credes em Deus, crede também em mim. Na casa de meu Pai há muitas moradas; se não fosse assim, eu vo-lo teria dito. Vou preparar-vos lugar. E quando eu for, e vos preparar lugar, virei outra vez, e vos levarei para mim mesmo, para que onde eu estiver estejais vós também. Mesmo vós sabeis para onde vou, e conheceis o caminho. Disse-lhe Tomé: Senhor, nós não sabemos para onde vais; e como podemos saber o caminho? Disse-lhe Jesus: Eu sou o caminho, e a verdade e a vida; ninguém vem ao Pai, senão por mim”, Jo 14:1-6. No caos, na dor, na catástrofe temos um consolador. O Espírito Santo, que nos transmite uma paz inexplicável. E da mesma maneira também o Espírito ajuda as nossas fraquezas; porque não sabemos o que havemos de pedir como convém, mas o mesmo Espírito intercede por nós com gemidos inexprimíveis. “Aquele que examina os corações sabe qual é a intenção do Espírito; e é ele que segundo Deus intercede pelos santos. E sabemos que todas as coisas contribuem juntamente para o bem daqueles que amam a Deus, daqueles que são chamados segundo o seu propósito, Rm 8:26-28.

Nenhum comentário:

Postar um comentário